Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog

Boas Vindas Novos Importadores

Olá meu nome é César Ferreira Munhoz, tenho 25 anos sou de São Paulo Capital e trabalho com importação fazem 3 anos já. Neste blog irei compartilhar com você as mais variadas dicas para que você consiga montar o seu próprio negócio e se dar bem nesse mercado assim como eu.

Mais antes de começar a dizer o mais você irá encontrar aqui no blog, irei compartilhar com você a breve história da minha vida e de como conheci esse mercado incrível da importação. Sempre tive um sonho de ser dono de um negócio, nunca gostei ou me conformei com a ideia de ter que trabalhar durante a semana 8 horas por dia, e aguentar patrão chato no meu pé me pedindo para fazer as coisas.

Em 2014 conheci esse mercado maravilhoso que transformou a minha vida totalmente, eu trabalhava na época como jardineiro e estava completamente infeliz com vida que eu estava levando, foi então que um primo próximo meu me disse que estava importando produtos originais do exterior e revendendo aqui no Brasil, e gerando um ótimo lucro.

A partir desse dia as coisas começaram a mudar na minha vida, pois comecei a fazer um monte de perguntas para esse meu primo e pedia para que ele me contasse mais sobre como funcionava esse negócio de importar e revender. Depois de horas de conversa com esse primo finalmente entendi que era um excelente negócio e que essa era a minha chance de conseguir ter o meu próprio negócio e de trabalhar para mim mesmo sem chefe nenhum pegando no meu pé.

Nessa época era muito difícil encontrar informações na internet sobre como importar produtos do exterior e trazer para o Brasil, foi então que pedi ajudar para esse meu primo e aprendi todo o processo de como fazia para importar. Bem depois que descobri essa mina de ouro e aprendi a importar a partir daí foi fácil pois eu comprava de fora e pagava barato por esse produtos e revendia eles aqui no Brasil, por um ótimo preço e assim aos poucos eu fui conseguindo clientes e mais clientes e hoje vivo e me mantenho somente com os meus ganhos da importação.